sábado, 29 de outubro de 2011

China quer colocar asteroide em órbita da Terra

Relatório chines prevê captura de asteroide para extrair recursos minerais e trazê-los de volta à Terra





Recurso mineral em asteroide pode chegar a US$ 55 trilhões

O Departamento de Engenharia Aeroespacial da Universidade Tsinghua, na China, publicou recentemente um relatório detalhando a viabilidade de capturar um asteroide e colocá-lo em órbita da Terra.

O objetivo do projeto seria usar o asteroide como fonte de matéria-prima, minerando seus recursos e enviando-os para a Terra. Estima-se que um asteroide de 1,6Km tenha recursos minerais na casa de US$ 55 trilhões.

Considerados sobras da formação do sistema solar, os asteroides são objetos rochosos e metálicos cuja maioria órbita a região entre Marte e Júpiter chamada "Cinturão de Asteroides”.

O relatório, no entanto, prevê capturar apenas aqueles que passarem perto da órbita da Terra nos próximos anos e décadas.

Os “Near Earth Object” como são conhecidos, teriam sua velocidade alterada com o uso de velas solares, explosões nucleares ou propulsores iônicos até serem capturado naturalmente pela gravidade terrestre.

Uma vez estacionados em órbita, o asteroide se tornaria num pequeno satélite, a uma distancia duas vezes maior que a da Lua. Seus recursos seriam explorados durante anos, até que o acumulo de uma pequena diferença angular joga-se o asteroide para longe da Terra.

A técnica para capturar e minerar asteroides, no entanto, ainda esbarra em vários problemas. Um erro de cálculo durante o processo de captura poderia colocar o objeto em rota de colisão com a Terra, causando efeitos catastróficos no planeta.

Além disso, a tecnologia para montar uma operação de mineração ainda não existe e seria necessário centenas de bilhões de dólares para ser dominada.

Fonte: PopSci

Asteroide vai passar raspando na Terra em novembro

Rocha espacial se aproximará do nosso planeta a distancia menor que a da Lua; Nasa descarta risco de colisão




MAIS:_China quer colocar asteroide em órbita da Terra

Um asteroide da lista de objetos espaciais potencialmente perigosos passará muito perto da Terra em 8 de novembro, às 20h28 (horário de Brasília), pelos cálculos da Nasa.

A rocha espacial chamado 2005 YU55 se aproximará do nosso planeta a uma distancia menor do que a da Lua, o que para a astronomia é considerado um "fio de cabelo cósmico".

A proximidade do asteroide é incomum por se tratar de um objeto grande, com 55 milhões de toneladas e 400 metros de diâmetro – o equivalente a quatro campos de futebol.

Se atingir a Terra, o impacto terá a força de mais de 65 mil bombas atômicas, abrindo uma cratera de quase 10 km de largura e 600 metros de profundidade.

No entanto, a Nasa descarta qualquer risco de colisão entre o asteroide e o planeta Terra, pelo menos nos próximos 100 anos.

“O YU55 orbita o Sol de 14 em 14 meses, porém não representa nenhuma ameaça de colisão com o nosso planeta no período de 100 anos”, disse o porta-voz da Nasa, Don Yeomans.

Descoberto por pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, em 2005, o asteroide só foi melhor observado em abril de 2010 através do Radiotelescópio do Observatório de Arecibo, em Porto Rico, revelando-se um objeto escuro e quase esférico.


Acontecimento histórico

A passagem do YU55 perto da Terra será um acontecimento histórico para os astrônomos - trata-se da maior aproximação de um objeto deste tamanho detectado com antecedência.

O 2005 YU55 estará melhor visível na manhã do dia 9 de novembro, quando atingirá magnitude 11 por várias horas até desaparecer.

Na astronomia, magnitude é a medida quantitativa de luz vinda de um astro. Quanto menor o número, maior o brilho aparente.

Como a visão humana só consegue captar objetos com brilhos até 5 graus de magnitude positiva, quem quiser observar o asteroide vai precisar de, no minimo, um pequeno telescópio.

domingo, 23 de outubro de 2011

AACD vai para Campina Grande e Vitória (ES)






No final da edição 2011 do Teleton, no SBT, Campina Grande e Vitória (ES) foram anunciadas pelos diretores da Associação de Assistência à Criança Deficiente como sedes das duas próximas unidades da entidade.

A promoção já arrecadou este ano quase R$ 27 milhões.

Na parte final do programa estavam ao lado do apresentador Silvio Santos o governador Ricardo Coutinho e o prefeito Veneziano, e na plateia o senador Cássio Cunha Lima.

Ricardo anunciou que o governo estadual doará o terreno para a construção da unidade. E o prefeito Veneziano disse que destinará recursos na área de saúde à AACD.

sábado, 22 de outubro de 2011

EM BREVE NOVAS INSTALAÇÕES


Em breve novas instalações no studio de Luciana Filmagens, com novos equipamentos e estruturas para tornar o seu evento cada vez melhor. Terá estruturas para telões com estrutura de alta definição.
Mas não para por ai, temos novidades tambem no studio Marcos Fotografias,com cenarios novos.
Teremos também uma novidade com a Escolinha, aguardem as novidades de Luciana Filmagens e Marcos Fotografias.